De que são feitas as raquetes de tênis?

A raquete é um acessório fundamental de cada tenista. Mas, você sabe história sobre a evolução das raquetes. De que material elas são feitas?
Nesse artigo, você terá essas e tantas outras perguntas, que você tem sobre esse acessório tão importante na vida dos tenistas.
De acordo com a história, os jogos de bola surgiram em torno de 3000 A.C., dos Egípcios. E os gregos já tinham um esporte muito semelhante ao tênis, mas não tinham raquete no ano de 500 A.C.
Somente no século 14, que uma das regras do jogo era que só poderiam bater com a mão na bola, que era feita com lã de carneiro e coberta pela pele. Com o tempo essa modalidade evoluiu e chegou ao tênis.
Foto: Google
 
O começo de tudo
No começo, a fim de evitar unhas quebradas e o inchaço das mãos, os jogadores começaram a colocar luvas nas mãos. No fim do século 15, criaram uma peça feita de madeira esculpida como um cabo, que tinha uma cabeça oval.
As primeiras raquetes, foram produzidas no ano de 1555. Fabricadas com madeira compensada e tinham cerca de 150 cm de comprimento. As duas pontas eram conectadas ao cabo, revestido com pele de carneiro. As cordas produzidas de tripa da ovelha. Assim, nasceu a primeira raquete.
No século 18 e 19, houve uma pequena alteração. As cordas foram postas de maneira vertical e horizontal, entrelaçadas entre si. Com isso, a raquete ganhou mais força para as tacadas.
Depois dessa evolução, as raquetes foram instituídas na associação Lawn Tennis. Que foi uma associada criada para organizar e padronizar as regras nas competições de tênis.
O primeiro torneio de tênis aconteceu em 1877, em Winbledon. Com isso, as empresas começaram a revolucionar mais as raquetes, mudando o seu formato, as cordas, cabo e até mesmo a aderência.

De que são feitas as raquetes?

As raquetes feitas de aço, não tiveram sucesso, e então, as empresas começaram a fabricar modelos que eram feitos em metal. Mas, mesmo assim, os jogadores não quiseram trocar as suas raquetes de madeira, pelas de metal.
Pelo fato das raquetes de metal não estarem agradando o público. Os fabricantes começaram a inovar as raquetes de madeira. Optando pelo couro de carneiro na empunhadura, o que fazia a peça ser menos escorregadia. E utilizando corda de tripa, ainda assim, era bem reconhecida e usada, mas, as de fibra sintética começaram a entrar no mercado. As de Nylon era uma boa recomendação, por durar bem mais, que a de tripa.
Somente no ano de 1967, que as raquetes de metal, começaram a fazer sucesso entre os jogadores de tênis. E as raquetes de madeira, foram aposentadas e deram lugar a raquete com mais durabilidade, feita de metal
Em 1968, as indústrias de fabricantes de raquete começaram a acelerar muito o crescimento e as vendas. E então, surgiu no mercado a raquete de alumínio, que era um produto com um custo baixo, e produzidas com muita rapidez.
As raquetes modernas
Pelo devido aumento de produção de raquetes. A Federação Internacional de Tênis, começou a criar o primeiro estatuto de regras de dimensões das raquetes e as configurações que elas poderiam ter.
Em 1980, entrou no mercado as raquetes feitas com fibra de vidro moldado. Que também pode ser chamada de fibra de carbono ou de fibra de grafite.
Somente na década de 1984, que foi criada uma raquete que é utilizada até hoje pelos jogadores de tênis. Que é uma raquete bem leve, que tem uma cabeça pesada, que com isso, pode aumentar ou diminuir a potência, sem que o jogador perca a estabilidade ou a manobra que irá produzir com a bola.
Foto: Google

Publicado por Angel Witt

Sou formada em Jornalismo pela Universidade Feevale. Sou uma eterna apaixonada pelo jornalismo. Algumas pessoas dizem que sou louca por correr atrás dos meus sonhos. Como diria Augusto Cury, no seu livro: " De gênio e louco, todo mundo tem um pouco".

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Crie seu site com o WordPress.com
Comece agora
%d blogueiros gostam disto: