Hidromel

Uma cerveja adocicada e citada por muitos autores nos livros, o hidromel. É uma bebida muito comum na Europa, e está começando a se espalhar pelo mundo e ganhando muito adeptos. E, para uma pessoa que gosta de cerveja, o hidromel é uma ótima opção, pois, é uma cerveja diferenciada das demais.
E, como o seu próprio nome já diz, essa bebida à base de água e mel, e seu teor alcoólico pode chegar entre 5% á 19% vol, dependendo muito de onde é fabricado.
Conheça um pouco da história
A bebida alcoólica hidromel, surgiu desde muito cedo, na Grécia antiga. E, desde, então, é consumida como que um vinho que é adicionado mel.
O hidromel, começou a aparecer na Grécia e o seu criador foi Aristeu. Há muito tempo essa bebida é considerada afrodisíaca. Os casais gregos, costumam beber o hidromel, na sua lua-de-mel, pois, acreditavam que essa bebida tinha muitos poderes afrodisíacos. E, que, fazendo isso, iriam ter um filho forte e com muita saúde.
Por ser uma bebida diferenciada das outras, essa bebida era considerada “sagrada” e era a principal bebida dos deuses e heróis. Podemos citar as culturas adeptas a essa bebida foram os celtas, saxões e vikings.
Como é produzido o Hidromel
Algumas pessoas confundem o hidromel como vinho de mel, pois, o vinho propriamente dito é fabricado, a partir de fermentação de vinhos. Porém, o hidromel é produzido devido a transformação do mel e água, e com isso, é produzido essa bebida que está ganhando cada vez mais adeptos. Mas, se você tem curiosidade de saber como é produzida essa bebida, não deixe de ler esse artigo até o final.
Essa bebida é feita através da transformação do mel em álcool. São colhidos os favos que são mais maduros das abelhas, que tem cerca de 22% de umidade. E, depois de escolhidos, são colocados para começarem a fermenta. Essa fermentação o mel começa a se transformar em álcool, daí é adicionado a água para que ocorra a reação química.
Essa reação química só acontece pois, é utilizado cerca de 80% de água e apenas 20% de mel. E, com isso, começa essa fermentação anaeróbica, onde precisa ter essa transformação, mas, sem oxigênio, e o favo retira oxigênio apenas de suas moléculas de açúcar. A partir disso, é produzido essa bebida doce, mais conhecida como hidromel.
O consumo do hidromel
O consumo dessa bebida vem ganhando cada vez mais adeptos, tanto de homens e mulheres. Essa cerveja adocicada é citada muito em literaturas e no cinema. Devido a essa “fama”, muitas pessoas estão começando a se interessar e ter curiosidade em experimentar essa bebida.
Com esse aparecimento das mídias e nos livros, podemos encontrar muitos blogs e sites que falam desse assunto. E, sem esquecer de que o hidromel está aparecendo muito em festivais de amostras de cervejas pelo mundo.
No Brasil, a cerveja artesanal tem muito apreço, por isso, o seu crescimento pela procura de bebidas exóticas e diferentes está sendo muito bem aceito.
Pode ser encontrado o hidromel que combina muito bem com o tipo de comida seja ela apimentada, leve ou doce. E combina com todos os tipos de pratos, peixe assado, massas, queijos e até mesmo sobremesas.
Os apreciadores dessa bebida recomendam que seja servida em uma temperatura de até 8%C, não muito gelada e nem quente. E, pode ser guardada na geladeira por até 2 dias, que ela irá manter o seu gosto original.

Publicado por Angel Witt

Sou formada em Jornalismo pela Universidade Feevale. Sou uma eterna apaixonada pelo jornalismo. Algumas pessoas dizem que sou louca por correr atrás dos meus sonhos. Como diria Augusto Cury, no seu livro: " De gênio e louco, todo mundo tem um pouco".

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Crie seu site com o WordPress.com
Comece agora
%d blogueiros gostam disto: