Carta de alguém que fez a sua história

Oi, eu sou a Thaís, mas isso não importa muito, é apenas um nome. Sou do ano de 2018. Neste ano, o clina está totalmente desgovernado. Lembro de minha infância, e sinto falta do clima, de quando verão era verão, e inverno era inverno. Não tinha meio termo.
Hoje, as pessoas não ligam o mínimo para os sentimentos dos outros, há muita inveja, egoísmo, desrespeito entre as pessoas e principalmente muito preconceito. Fala se muito em economizar água o máximo que puder, mas, pouco se fala em cada um cuidar do seu próprio umbigo. Espero que no futuro, as pessoas tenham água o suficiente para viver, amor para transportar e muito respeito e não tenha tanto preconceito na sociedade.
Atualmente, existe apenas 10% da floresta Amazônica que ainda está intocável. Muitas pessoas fazem fazem campanha para a conscientização do verde, mas, tem em seu armário jaquetas sintéticas. Eu peço a vocês, do futuro, que cuidem mais do verde, sintam mais o cheiro das flores e árvores e não deixem que o verde se perca no meio do caminho.
Estão fazendo também muitos testes e experimentos em animais e humanos, para que no futuro, a saúde do ser humano seja de mais qualidade. Mas, do que adianta termos sucesso nessa parte, se não cuidarmos da própria alimentação, corpo e mente?! Aprendam a comer mais verde, não alimentar ódio e raiva, e sempre manter a mente aberta e livre de qualquer coisa que te faça ficar mal.
O futuro pode ser um lugar muito divertido, com carros flutuantes, robôs e tudo mais. Mas, não se esqueça de que criança deve ter brincadeiras de rua, como, amarelinha, pique esconde e pega pega. Que todas as casas tenham cheiro de casa de vó, com muita festa da pipoca, cheiro de pão saindo do forno e um café sempre na mesa. Nós, do passado, adoramos essas coisas. E, antes que eu esqueça, gostamos até de caminhar na chuva sem guarda chuva.
Nunca se esqueça de fazer amigos e de nunca deixar de visitar a sua família. Afinal, é somente isso que nos resta, quando nada der certo. Precisamos de um apoio firme e forte para que possamos seguir adiante.
Ajudem mais as pessoas, ou, simplesmente, não façam nada. Mas, não deixe de se movimentar, arrisquem se mais, vivam como se não houvesse o amanhã. Desejo que o futuro lhe reserve muitas coisas boas, de uma desconhecida.

Publicado por Angel Witt

Sou formada em Jornalismo pela Universidade Feevale. Sou uma eterna apaixonada pelo jornalismo. Algumas pessoas dizem que sou louca por correr atrás dos meus sonhos. Como diria Augusto Cury, no seu livro: " De gênio e louco, todo mundo tem um pouco".

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Crie seu site com o WordPress.com
Comece agora
%d blogueiros gostam disto: